Acesso Rápido

28/05 Dia Nacional da Redução da Mortalidade Materna

Uma data que simboliza uma necessidade: instigar a conscientização sobre os direitos das mães, alertando a sociedade para as estatísticas de mortalidade materna.

Os dados são preocupantes. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a cada 2 minutos, uma mulher morre durante a gravidez, no parto ou após a ele, devido a complicações. As causas mais comuns que levam ao óbito materno são hipertensão gestacional, hemorragias graves no momento do parto e infecções provenientes de abortos inseguros.

Por que hipertensão?

A hipertensão pode desencadear um quadro de pré-eclâmpsia, que é o aumento da pressão arterial durante a gestação. Em quadros incontroláveis, é necessário antecipar o parto para a retirada da placenta, como medida para evitar a morte da mãe e/ou bebê.

Por que hemorragia?

Muitos casos de hemorragia se devem ao acretismo placentário, quando a placenta adere-se ao útero após o parto. Tal condição está diretamente ligada às práticas sucessivas de cesáreas e placenta prévia. Se o volume de sangue perdido é intenso e rápido durante o parto, a mãe pode ter choque, podendo levá-la ao óbito.

Por que aborto?

As práticas de aborto ilegal aumentam consideravelmente os índices de morte materna. A interrupção de uma gravidez indesejada por meios ilícitos pode levar a mulher a desenvolver infecções difíceis de controlar. Uma medida é a retirada do útero, mas há casos em que o óbito é inevitável.

dia reducao mortalidade materna

Para reduzir os casos de mortalidade materna, é fundamental que todas as gestantes tenham acesso e façam acompanhamento pré-natal, com média recomendada de 7 consultas. Só assim torna-se possível detectar possíveis problemas futuros e garantindo uma gravidez tranquila e mais segura.

Tal redução é um desafio que a sociedade política e civil precisam assumir de forma consciente, a fim de garantir o direito a todas as mães de ter acompanhamento pré-natal e atendimento em hospitais de qualidade.

 

Leia também:
  • HVS funda Associação de Ensino e Pesquisa

    Eleita, a diretoria da ASSEP - Vila trabalhará pela promoção de cursos e treinamentos nas áreas de saúde e gestão. No dia 26 de setembro de 2012, o corpo clínico do Hospital Vila da Serra reuniu-se no auditório do hospital em uma sessão solene...

  • Conheça mais sobre a hipertensão e saiba como evitá-la

    A hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta, é uma doença que pode atingir a qualquer pessoa, independente de idade, peso, altura, gênero, raça, classe social, etc. Mas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, existem fatore...

  • Time Out Day

    A Revista Melhores Práticas publicou um artigo sobre a resistência das equipes na utilização do Check List Cirúrgico proposto pela OMS, por ocasião da campanha Cirurgias Seguras Salvam Vidas. O Autor considera que o desconhecimento das estatísticas...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2017 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360