A importância da higienização das mãos

Data da publicação: 14/11/2013 Autor: hollo

Dr. Ewaldo A. Fraga Mattos, médico assistente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HVS (CCIH)

Como sabemos, todos nós possuímos micro-organismos no nosso corpo, especialmente na pele e no tubo digestivo, que nos ajudam a manter a saúde através de funções metabólicas importantes. Esses germes são ditos comensais e fazem parte da chamada flora residente. Por outro lado, também podemos adquirir micro-organismos capazes de causar doenças. Esses agentes são transmitidos facilmente através do contato com pessoas, especialmente através das mãos, e podem provocar infecções hospitalares, gripe, diarreia etc.

Os germes também estão presentes nos mais diversos objetos e superfícies e como não são visíveis a olho nu, muitas vezes não tomamos medidas adequadas de prevenção. Por exemplo, muitas das doenças transmitidas por alimentos estão associadas à falta de higienização ou à higienização incorreta das mãos. Outro exemplo é a transmissão de patógenos quando tocamos no puxador da porta, pressionamos o botão do elevador, seguramos na barra dos transportes públicos ou damos apertos de mãos.

Você sabe lavar as suas mãos?

Água e sabão ou álcool?

            A higienização das mãos é geralmente realizada pela lavação com água e sabão ou pela fricção com álcool a 70%. Ambos são excelentes, atendendo perfeitamente o objetivo de eliminar os agentes patogênicos. A lavação com água e sabão é o processo que tem por finalidade primordial remover sujeira e a flora transitória (aquela adquirida no contato com pessoas, objetos e superfícies), sendo preferida caso as mãos estejam com sujeira visível (poeira, talco, terra, etc).

            No caso da eliminação exclusiva de bactérias, as soluções alcoólicas são mais potentes, mas só podem ser utilizadas caso as mãos estejam limpas, sem qualquer sujidade visível.

            Dada à importância da higienização das mãos, é indispensável orientar desde a infância sobre os benefícios desse processo. Devemos encorajar as crianças a higienizar as mãos de forma correta, assegurando que essa prática torne-se hábito ao longo da vida.

Quando devo higienizar as mãos?

Lavar as mãos deve fazer parte da rotina de todos nós, especialmente:

  • Antes de comer ou manusear alimentos;
  • Após ter utilizado as instalações sanitárias;
  • Após assoar o nariz, tossir ou espirrar;
  • Antes de efetuar qualquer ação que inclua o contato com mucosas corporais (por exemplo, colocar ou retirar lentes de contato);
  • Após tocar animais ou seus dejetos;
  • Após manusear resíduos (por exemplo, lixo doméstico);
  • Após usar transportes públicos;
  • Antes e após tocar doentes ou feridas (cortes, arranhões, queimaduras etc);
  • Antes e após uma visita a um doente internado (hospital ou outra instituição).

Lembre-se: lavar as mãos é um detalhe que faz toda a diferença, não apenas na sua saúde, mas também na saúde de seus entes queridos e de toda a comunidade.

Receba Conteúdo exclusivo do Hospital Vila da Serra em seu e-mail.