Acesso Rápido

A importância do teste ergométrico

A-importância-do-Teste-ErgométricoQualquer pessoa hoje, que queira iniciar a prática de exercícios físicos regulares em academia ou por conta própria, independentemente da idade, sabe que não pode começar de forma aleatória, sem critérios e avaliação médica. É consenso que todos, iniciantes ou não, devem primeiro fazer exames e testes com médicos especialistas.

O teste mais comumente solicitado pelos médicos é o Teste Ergométrico ou Teste de Exercício (TE). Dra Ivana Sena, Coordenadora da Unidade de Medicina Nuclear do Hospital Vila da Serra, explica que o TE tem o objetivo de avaliar as possíveis alterações clínicas (como dor no peito, cansaço, palpitações), eletrocardiográficas ou de pressão arterial que podem ocorrer durante um esforço físico.

“O TE traduz a nossa capacidade de adaptação ao exercício e deve ser realizado antes de iniciarmos a prática de uma atividade física regular, mesmo que não se tenha qualquer sintoma em repouso ou mesmo em exercício”, acrescenta Dra Ivana. De posse do pedido, qualquer pessoa pode fazer o exame, que é realizado por um cardiologista, com especialização em Ergometria.

Para quem se dispõe a encarar a maratona da saúde, o processo começa com uma entrevista com o médico, quando são colhidas informações importantes como antecedentes cardiovasculares, medicamentos, fatores de risco para doença arterial coronariana, histórico familiar para diabetes e hipertensão arterial, alterações de colesterol e de triglicérides e tabagismo. Para uma melhor avaliação e diagnóstico é importante também saber se o paciente é sedentário.

Mas o que é o Teste Ergométrico

Explicando em termos médicos o TE é um procedimento em que a pessoa é submetida a um esforço físico programado e individualizado. O que se busca é avaliar as respostas clínica, hemodinâmica, autonômica, eletrocardiográfica, metabólica e, eventualmente, ventilatória ao exercício.

Essa avaliação possibilita detectar isquemia miocárdica, reconhecer arritmias cardíacas e distúrbios hemodinâmicos induzidos pelo esforço; avaliar a capacidade funcional e a condição aeróbica; diagnostica e estabelecer o prognóstico de determinadas doenças cardiovasculares; prescrever exercício; avaliar objetivamente os resultados de intervenções terapêuticas; demonstrar ao paciente as suas reais condições físicas e fornecer dados para perícia médica.

Durante o exame o paciente é monitorado para o registro dos traçados eletrocardiográficos, além de medida a pressão arterial. O exercício é feito em uma esteira ergométrica, a mesma que se encontra nas academias de ginástica. O tempo de duração é de acordo com a capacidade física de cada um, e a intensidade dessa capacidade é um dado importante para análise.

Dra Ivana chama atenção para o critério na escolha do profissional que fará o exame. “O teste ergométrico é um método aceito universalmente para diagnóstico das Doenças Cardiovasculares, de fácil realização e muito acessível. Mas, volto a ressaltar que deve sempre ser realizado por um profissional médico qualificado e experiente”.

Indicações

As indicações vêm sendo progressivamente ampliadas, precedendo ou em associação a métodos de imagem e de análises de gases expiratórios, o que pressupõe a necessidade de atualização periódica das recomendações e diretrizes para sua utilização na prática clínica, baseada nas melhores evidências cientificas disponíveis.

O TE em bicicleta ergométrica foi introduzido no Brasil em 1960, no Instituto de Cardiologia do Estado da Guanabara. Entretanto, somente com a criação do Serviço de Reabilitação Cardiovascular do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, o TE passou a ser incorporado à prática clínica, sendo utilizado na rotina de diversos serviços em todo o pais.

O Hospital Vila da Serra oferece o teste ergométrico para pacientes internados e eletivos por meio do atendimento particular ou por convênio. Mais informações e agendamento no: (31) 4020-5069.

Leia também:
  • Dia 7 de Abril – Dia Mundial da Saúde

    O Dia Mundial da Saúde celebrado no dia 7 de Abril foi criado com a finalidade de conscientizar as pessoas sobre os aspectos envolvidos com a saúde da população. E por esse motivo a Organização Mundial da Saúde (OMS) iniciou uma campanha sobre dep...

  • 24 de outubro | “Dia das Nações Unidas”

    A Organização das Nações Unidas (ONU) surgiu no fim da II Guerra Mundial para promover a paz entre os países envolvidos no conflito que desencadeou na devastação de diversas nações. Depois de muitos anos de planejamento, a ONU concentra seu trabalho...

  • Nascimento de prematuros é problema crônico no Brasil

    Uma criança que nasce com menos de 37 semanas de gestação (36 semanas e seis dias) é considerada prematura ou pré-termo. No Brasil, os nascimentos prematuros correspondem a cerca de 6,5% a 9% do total e, seguindo a tendência de outros países, os núm...

  • Fernando

    Dr, gostaria de saber se de alguma forma existe a probabilidade de que um bebê nascido de 7 meses, tenha maiores chances de sobrevivência do que um (bebê) de 8 meses? Será que há este dado, mesmo que sem comprovação científica? ou é só boato, talvez possa ser verdade sem pesquisa?

    • admin

      Olá Fernando, agradecemos o contato.
      Dê maneira geral, a chance de sobrevivência do recém nascido prematuro e diretamente relacionado à idade gestacional, ou seja, quanto maior a idade gestacional, maior a sua chance de sobrevivência. No entanto a presença de outros intercorrências tais como a má formação, crescimento ultra e intra uterino alterado, infecções pré e pós-natal e entre outras complicações comuns no recém nascido pré-termo, pode sobrepor a idade gestacional e influênciar a probabilidade da sobrevivência do bebê.

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2017 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360