Carboidrato à noite: mocinha ou vilã das dietas?

Data da publicação: 16/06/2014 Autor: hollo

Se à noite bate aquela fome danada, deve também bater a dúvida: carboidrato à noite vai me fazer engordar? A resposta é sim ou não. Dependerá muito da sua rotina, do tipo de carboidrato escolhido, da quantidade calórica do jantar e do gasto calórico que você tem ao longo do dia.

dieta

A possibilidade do sim, que pode ingerir carboidrato à noite, é a luz no fim do túnel para aqueles que são amantes de uma bela macarronada ou batata. As quatro calorias que possui um grama de carboidrato serão sempre quatro calorias, seja de dia ou à noite. Portanto, não interfere o que se come à noite, e sim as calorias ingeridas durante todo o dia. A lógica é simples: se comer mais calorias do que gastar, a pessoa sofrerá na balança; se comer menos do que gastar; ficará feliz com a balança.

Ser cruel consigo mesmo na dieta e abolir o carboidrato diário só vai prejudicar. Tal nutriente é a principal fonte de energia. Sem ele, o corpo entra em processo emergencial e assim encontrará outras maneiras de buscar esta energia de que precisamos. Seria tudo de bom se nosso organismo usasse a gordura para compensar a falta do carboidrato, mas não! A primeira opção dele é queimar a massa magra, ou seja, os músculos.  Sem músculos, o metabolismo fica desacelerado e gasta menos energia. É um ciclo vicioso, não é mesmo?

Como se não bastasse, outro ponto negativo são as respostas que o organismo pode dar diante da restrição do carboidrato, como fraqueza, dor de cabeça, insônia e  compulsão alimentar, além do desejo maior de ingerir doces.

Por outro lado, não podemos descartar a velocidade com que o carboidrato libera glicose no sangue. Por isso, o velho e bom senso na hora de dosar a quantidade é fundamental para que o nutriente esteja sempre no prato, mas sem malefícios ao corpo.

À noite, é fundamental fazer boas escolhas. Na opção do carboidrato, privilegie o arroz, o pão e massa integral, sem abusar da quantidade.

 

Todas as informações da matéria são referenciais. Qualquer dúvida, procure um especialista. 
Receba Conteúdo exclusivo do Hospital Vila da Serra em seu e-mail.