Acesso Rápido

Causa, sintomas e tratamento da Trombose Venosa Profunda

Dr. Antônio Quintella, membro da equipe de angiologia e cirurgia vascular do  Hospital Vila da Serra

A trombose venosa profunda é uma doença frequente. Para se ter uma ideia, surgem a cada ano, 160 casos por 100 milhões de habitantes nos Estados Unidos. Ela é mais comum nos membros inferiores e ocorre quando o sangue coagula dentro de uma veia profunda, obstruindo-a total ou parcialmente. O início é súbito e, geralmente, a pessoa apresenta inchaço nas pernas, acompanhado de dor.trombose venosa profunda

A doença está relacionada com outras condições, como a imobilidade reduzida em pessoas acamadas ou após imobilização, a idade avançada, caso de trombose prévia, histórico familiar, uso de anticoncepcional oral, gravidez, obesidade, cirurgias, traumas graves, câncer e trombofilias, que são condições que  predispõem a trombose.

Na fase inicial, além dos sintomas de dor e inchaço, existe o risco do coagulo se desprender e causar embolia pulmonar, um quadro grave com comprometimento pulmonar e cardíaco.  Esse risco reduz se o tratamento for iniciado precocemente.

Nas fases tardias, a atenção deve ser voltada para fenômenos locais como o desenvolvimento de inchaço, a formação de varizes e as alterações na pele (escurecimento, endurecimento e até mesmo feridas). Essas alterações ocorrem principalmente quando são acometidas veias de maior calibre.

O diagnóstico é feito através do exame clínico, sendo que o Duplex Scan venoso é o mais solicitado para a confirmação e informações sobre a localização e extensão da doença.

trombose venosa profunda

Dependendo da gravidade do quadro e da localização da trombose, o tratamento pode ser realizado ambulatorialmente ou com o paciente internado. O uso de medicamentos anticoagulantes deve ser iniciado a fim de evitar que o coágulo aumente ou que surjam novas tromboses, reduzindo assim, o risco de complicações. Existem vários tipos de anticoagulantes, cada um com características próprias (riscos e benefícios), devendo ser individualizados caso a caso. Na fase inicial, o paciente deve permanecer em repouso relativo. É importante ainda, sempre que possível, a realização de medidas complementares, como o uso de meia elástica para minimizar as alterações da fase tardia.

Em condições selecionadas, para evitar o risco de sequelas locais futuras, podem ser realizados procedimentos intervencionistas com o objetivo de destruir coágulos. Nestes casos, o paciente deve ser internado e não é isento de riscos.

O Hospital Vila da Serra possui uma equipe de angiologia/cirurgia vascular apta a atender estes casos, realizar os exames necessários e tratar pacientes internados e ambulatoriais.

Leia também:
  • HVS promove a cultura da segurança do paciente

    Desde os primórdios da medicina, a segurança do cuidado ao paciente tem sido motivo de preocupação. Segundo o Instituto Qualisa de Gestão (IQG), o princípio de ?não-maleficência? já era familiar ao próprio Hipócrates, a quem foi atribuído o célebre...

  • Dia das Crianças no Vila da Serra

    No dia 11 de outubro o Hospital Vila da Serra recebeu diretamente da Liga da Justiça o Batman e Mulher Maravilha. Eles alegraram as crianças com brincadeiras, pinturas, distribuição de guloseimas e bichinhos de balões. Foi pura diversão! O Hospita...

  • Você Sabia? Leite Materno contra Pressão

    As mulheres ganham mais um motivo para amamentar seus filhos. Uma pesquisa do Instituto da Saúde da Criança, na Inglaterra, mostrou que os bebês prematuros alimentados com o leite materno durante os primeiros meses de vida apresentam baixa pressão ar...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2018 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360