Detecção precoce: o diferencial na cura do câncer de mama

Data da publicação: 01/10/2014 Autor: hollo

O aumento na incidência de câncer de mama em mulheres jovens tem sido relatado em diversos países, incluindo o Brasil. Aqui, ele representa uma das principais causas de morte dentre as doenças geralmente ligadas ao sexo feminino, ficando atrás apenas dos problemas cardiovasculares como o infarto e o acidente vascular cerebral (AVC). cancer de mama2

A ocorrência do câncer de mama cresce rápida e progressivamente nas mulheres após os 35 anos de idade. Fazem parte do grupo de risco e devem ter atenção redobrada aquelas que têm histórico familiar de câncer de mama, menarca (primeira menstruação) precoce, menopausa tardia, aquelas que tiveram o primeiro filho tardiamente e não o amamentaram, e as mulheres que realizam tratamento com base hormonal.

A detecção precoce através do exame clínico da mama e da mamografia ainda é o melhor tratamento, pois caso o tumor seja encontrado logo no início, as chances de cura são significativas.

Vale a pena lembrar que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) não estimula o autoexame das mamas como estratégia isolada de detecção precoce do câncer de mama,

uma vez que não substitui o exame físico realizado por um profissional de saúde qualificado para essa atividade. A recomendação é que o exame das mamas pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo.

Portanto, não deixe o tempo passar. Faça já a sua mamografia. O Hospital Vila da Serra oferece aparelhos modernos, ambiente acolhedor e uma equipe preparada para garantir um tratamento diferenciado. Os laudos são emitidos por especialistas com título do Colégio Brasileiro de Radiologia, assegurando qualidade e confiabilidade.

Marque seu exame através do telefone (31) 3228-8188, ou pessoalmente, comparecendo ao 2º andar do hospital.

Receba Conteúdo exclusivo do Hospital Vila da Serra em seu e-mail.