Acesso Rápido

HVS no Programa Brasileiro de Segurança do Paciente

Frequentemente casos de erros assistenciais, levando a morte ou a lesão grave e permanente de pacientes, ocupam as manchetes de nossos jornais, mas estes casos representam somente a ponta do iceberg. Embora avanços significativos têm sido  registrados na última década, a segurança do paciente continua sendo desafio significativo para Instituições de Saúde, não só pela persistência dos problemas associados à falta de qualidade, como também pela multiplicidade de conceitos e enfoques para melhorá-la. Para reverter à situação é necessário promover uma mudança cultural profunda no modelo assistencial, de tal forma que a segurança do paciente seja realmente uma prioridade estratégica em nosso sistema de saúde. Para atingir este objetivo é necessário sensibilizar todos os profissionais envolvidos na assistência hospitalar, promovendo a cultura da segurança do paciente, implantar sistematicamente intervenções efetivas para evitar eventos adversos e unificar a metodologia de aferição e avaliação dos eventos adversos, estabelecendo uma linguagem única em nível nacional. Surge então o  Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP) como uma resposta a estas necessidades com um grande número de hospitais participantes e uma ampla rede de parcerias estratégicas.

O PBSP foi lançado durante o IV Fórum Internacional de Qualidade em Saúde que teve lugar em São Paulo, em abril de 2011. O Programa é promovido pelo IQG / Accreditation Canada em parceria com o IHI (Institute for Healthcare Improvement).

Uma característica própria do Programa é sua estrutura piramidal, que prevê a inclusão inicial de 12 “hospitais âncoras”, que, depois de um período de alinhamento e homologação, se transformarão em multiplicadores das boas práticas em relação aos bundles implantados para outros 60 hospitais, com os quais formarão verdadeiras micro-networks (um multiplicador para cada cinco multiplicados).

Campanhas similares em outros países como EUA e Canadá foram bem-sucedida e demonstrou que crescer juntos significa crescer mais rápido e melhor. Crescer mais rápido e melhor significa salvar um número cada vez maior de vidas. Por isso o network deve ser visto como uma questão de ética e de responsabilidade social das Instituições de Saúde. A lógica da competição sendo substituída pela lógica da cooperação. O compartilhamento das dificuldades e das soluções de sucesso, o benchmarking, é a chave da inovação e da difusão das boas práticas. A participação do maior número possível de instituições permitirá a comparação de standards e a adoção de metas e prazos comuns, promovendo consistentemente o processo de melhoria e estimulando o sentimento de missão comum: o compromisso com a segurança do paciente.

O Hospital Vila da Serra é o único em Minas Gerais que faz parte desse grupo de Âncoras. Por sua vez, ao longo do tempo, aqueles hospitais inicialmente “multiplicados” que atingirem patamares de excelência poderão ser elevados a “multiplicadores” pela Câmara Técnica do Programa, estabelecendo um circulo virtuoso que permitirá a inclusão de cada vez mais hospitais no PBSP.

A meta global da primeira fase do Programa é salvar 50 mil vidas e evitar 150 mil danos em um ano. Para tal, foram implantados 2 conjuntos de intervenções, conhecidos como ‘’Bundles”, e comprovadamente eficazes na redução dos eventos adversos, alvo do programa. Os bundles implantados são os: de Prevenção da Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica e o bundle de Prevenção de Infecção de Corrente Sanguínea relacionada a Cateter Central.

Para mais informações acesse o site do programa através do endereço: www.segurancadopaciente.com

Leia também:
  • Quedas: os perigos moram dentro da própria casa

    O dito popular ?cair de maduro? tem sido uma constante na vida de muitos idosos. Dados da Fhemig revelam que, somente no primeiro semestre deste ano, dos 5.071 atendimentos por queda da própria altura, 890 foram de pessoas acima dos 60 anos. Em Mina...

  • Doenças renais: todo cuidado é pouco

    Na maioria das vezes, quando diagnosticadas, já estão em fase avançada.  Um em cada 10 adultos, no Brasil, possui algum tipo de doença renal, sendo que 60% desconhecem essa situação. De acordo com a cardiologista e médica nuclear Ivana Sena, por se ...

  • Cálculo renal: a doença silenciosa por trás de uma dor súbita e intensa

    O cálculo renal, conhecido popularmente como ?pedra nos rins?, aflige milhões de pessoas no Brasil e no mundo. A doença é um quadro agudo que se instala mais nos homens do que nas mulheres, trazendo reações de visível transtorno. Do ponto de vista...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2018 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360