Acesso Rápido

Miomas e a fertilidade feminina

Durante o Congresso Mineiro de Ginecologia e Obstetrícia, acontecido em maio passado, realizamos nosso IV Simpósio Internacional, que teve como palestrante o Dr. Jaime Ferro, chefe da equipe de Cirurgia Laparoscópica do Instituto Valenciano de Infertilidade, maior centro de medicina reprodutiva da Europa, localizado na Espanha. O tema escolhido para este ano foi: “Manejo da Miomatose Uterina na Paciente Infértil”. Um assunto muito importante, uma vez que o mioma é o tumor benigno mais comum entre as mulheres.

Quando suspeitar de miomas? Sinais e sintomas

Aproximadamente 70% a 80% das portadoras de miomas não apresentam sintoma, embora o mais frequente seja o aumento do volume da menstruação, quer seja sua quantidade ou a sua duração, o que pode provocar anemia.

Outro sintoma provocado é a dor pélvica, uma dor no andar inferior do abdômen ou “no pé da barriga”. Na presença de miomas de grande tamanho, também pode ocorrer o aumento do volume abdominal.

Classificação

Miomas e a fertilidade feminina

Os miomas podem ser classificados de acordo com sua localização no útero: (1) submucoso, localizado logo abaixo do endométrio (que é o revestimento da cavidade uterina, onde se fixa o embrião); (2) intramural, na parede no útero e (3) subseroso, localizado na parte externa do útero.

De acordo com a localização, o número e o tamanho dos miomas, haverá maior ou menor comprometimento da fertilidade.

 Miomas e Infertilidade 

São comprovadamente causas de infertilidade:

Miomas submucosos: como estão localizados logo abaixo do endométrio, local onde ocorre a fixação do embrião, eles  podem comprometer a chegada de sangue para o embrião e/ou impedir a sua nidação, funcionando como um DIU e ocupando toda a cavidade uterina.

Miomas intramurais grandes (acima de 4cm): além de comprometer a anatomia uterina, podem provocar contrações da musculatura do útero, o que dificulta a fixação do embrião ao endométrio. Além disso, podem oferecer maior risco de complicações obstétricas, como sangramentos, abortamento e parto prematuro.

Miomatose uterina: consiste na presença de múltiplos miomas dispersos por todo o órgão, provocando um grande aumento do seu volume. Este problema também pode provocar contrações uterinas involuntárias e associar-se às mesmas complicações obstétricas descritas acima.

fertilidade feminina

O que fazer quando o mioma compromete a fertilidade?

Mioma submucoso: geralmente, seu tratamento é feito através da histeroscopia, procedimento realizado sem a necessidade de abrir o abdômen. Por meio de um cabo ótico introduzido dentro do útero, através da vagina, o cirurgião identifica e retira o mioma. O procedimento é rápido, indolor (feito sob anestesia), pouco invasivo e não é necessária a internação da paciente.

Mioma intramural grande: dependendo do tamanho e da habilidade do cirurgião, sua retirada poderá ser feita por meio da videolaparoscopia. Entretanto, os miomas acima de 8 a 10cm necessitam da laparotomia, cirurgia mais invasiva na qual é necessária a realização de uma incisão no abdômen. Pode-se também tentar um tratamento medicamentoso para reduzir o tamanho do mioma que, no entanto, volta a crescer após a suspensão do remédio.

Miomatose uterina: caso mais complexo. Seu tratamento cirúrgico pode envolver mais de uma intervenção para a resolução (muito rara) ou melhora do quadro da paciente. O uso de medicamentos pode ser feito na tentativa de reduzir o volume uterino, antes de uma gravidez. Entretanto, os resultados com ambos tratamentos são limitados.

Leia também:
  • Sua principal ferramenta de expressão: a voz

    Hoje, comemora-se o Dia Mundial da Voz, portanto, preparamos algumas dicas para você saber como melhorar sua fala e evitar problemas futuros. Vale lembrar que não só professores e cantores devem se interessar por isso, todos nós devemos, afinal, a ...

  • 6 Dicas de como combater o estresse

    O estresse pode tornar uma pessoa irritada, impaciente e impossibilitada de se concentrar em tarefas. Pode causar perda de sono e ansiedade. Para os que sofrem diariamente com situações de estresse, existem boas notícias: independente da falta de tem...

  • Café: Bebida que aquece e encanta

    Conta a lenda que, há mais de mil anos, um pastor da Etiópia notou que suas cabras ficavam mais despertas e dispostas ao saborear o fruto avermelhado de alguns arbustos da região. A observação foi compartilhada com um monge amigo, que decidiu experim...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2017 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360