Diretor Científico da Clínica de Reprodução Assistida do HVS publica artigo.

Data da publicação: 13/01/2011 Autor: hollo

Recentemente, o Conselho Federal de Medicina publicou as Normas Éticas para a Utilização das Técnicas de Reprodução Assistida a serem seguidas pelos médicos especialistas em Reprodução Humana. A partir de agora, a Reprodução Assistida é um direito de todos.

Uma dessas normas contempla mulheres solteiras que desejam “uma produção independente”, isto é, ser mãe sem a necessidade (obrigatoriedade) de ter um parceiro. Casais homossexuais femininos poderão, da mesma forma, recorrer ao uso de sêmen proveniente de um banco. Já os casais homossexuais masculinos poderão também ter acesso à Reprodução Assistida, porém neste caso, o processo é mais complicado uma vez que envolverá a doação anônima de óvulos, assim como uma mulher para levar a gestação aos nove meses (útero de substituição- doação temporária do útero).

Desta forma, podemos dizer que o direito à Reprodução Assistida se tornou universal, contemplando a pessoas que antes eram excluídas, impedidas de realizarem o sonho de constituir uma família, no seu sentido amplo.

Leia o artigo na íntegra: Reprodução assistida: Direito de todos

Receba Conteúdo exclusivo do Hospital Vila da Serra em seu e-mail.