Acesso Rápido

O mal do inverno: Doenças típicas da estação atacam a garganta, o aparelho respiratório, os ouvidos e os pulmões

as vilãs do invernoA chegada do inverno traz consigo excelentes momentos para reunir os amigos em volta da fogueira a ou da lareira e beber um bom vinho. Porém, a queda brusca da temperatura vem acompanhada do clima seco e essa combinação é um dos fatores-chave para o surgimento de diversas doenças.

O clima frio também facilita a transmissão de bactérias e vírus, como o da gripe, devido ao agrupamento de pessoas em recintos fechados (escolas, lares, meios coletivos de transporte, boates). Graças à temperatura baixa e à ausência de radiação ultravioleta, o vírus sobrevive o tempo suficiente para poder ser transmitido de um pessoa infectada para uma pessoa saudável.

 A queda da umidade ainda predispõe a tosse, dificuldade de respirar, congestão nasal e coriza. Esses mal-estares, que acometem principalmente as vias respiratórias, são comuns e não possuem maior gravidade, mas devem ser tratados adequadamente para que não tragam outras consequências.

Conheça algumas doenças típicas do inverno e fique atento para tratá-las da maneira correta:

Gripe

Ela é a mais comum das doenças do inverno e é altamente contagiosa. Causada por um vírus que ataca as vias respiratórias, ela causa febre, dores musculares e dor de cabeça. Não existem remédios para sua cura, apenas algumas opções para aliviar os sintomas. A vacina anual ajuda na prevenção da doença.

 Rinite

Inflamação não contagiosa das cavidades nasais que acomete cerca de 30% da população. Pode ser causada por vírus da gripe ou, no caso da renite alérgica, pela inalação de substância irritantes, como poeira, mofo, cheiro forte, entre outras. Causa coceira nos olhos, garganta e nariz e pode vir acompanhada de febre.

 Sinusite

Também é uma inflamação não contagiosa que acomete a parte interna dos seios da face. Causa congestionamento no nariz, dor de cabeça, febre e tontura. Pode ser provocada por uma reação alérgica, virose ou infecção bacteriana. Se não tratada adequadamente, a doença pode causar infecções respiratórias mais graves.

 Faringite

Consiste na inflamação da faringe por vírus ou bactéria, gerando dor na garganta, febre, placas de pus nas amígdalas e gânglios e dor de ouvido. Deve ser avaliada pelo profissional médico para se evitar o agravamento do caso.

 Bronquite

Causada por uma infecção nos brônquios, impede que o ar chegue aos pulmões. Consequentemente pode haver falta de ar, chiados, tosse, mal-estar e febre. Deve ser tratada adequadamente para se evitar a evolução para pneumonia.

 Asma

É a inflamação crônica das vias aéreas e pode ser causada por vários fatores, como a exposição à poeira, mofo e pelos de animais. Ocorre em 10% da população brasileira e é muito frequente em crianças, por isso deve ser avaliada pelo médico.

Para a prevenção dessas doenças é aconselhável evitar aglomerações e locais fechado, pois o ambiente sem ventilação favorece a proliferação de vírus e bactérias.

Além disso, é importante ingerir bastante água e aumentar a defesa do corpo mantendo uma boa alimentação.  Procure lavar as mãos constantemente durante o dia e deixe o ambiente arejado, evitando o acúmulo de poeira em casa. Adote essas dicas e aproveite de forma saudável o inverno. | Fonte: ABC da Saúde.

Leia também:
  • Saiba mais sobre como o Hospital Vila da Serra tem trabalhado focado no Controle de Infecções

    ROPs relacionadas ao controle de infecção As ROPs (Práticas Organizacionais Requeridas) desta área de segurança do paciente visam reduzir o risco de infecções adquiridas dentro da organização e os seus impactos. Texto: Renata Macedo. Tradu...

  • Boas vindas aos Residentes em Cardiologia

    "Ingressar numa instituição hospitalar jovem, no apogeu do crescimento tecnológico e científico, nacionalmente reconhecida pela qualidade dos serviços prestados e pela humanização no atendimento, além de ser a primeira em Minas Gerais a receber a Ac...

  • Rafaela precisa de VOCÊ!

    A equipe da Rede Record esteve no HVS acompanhando a luta da pequena Rafaela por um transplante de medula óssea. Essa princesinha que é modelo em revista e outdoor está lutando pela vida. 23 parentes fizeram o exame para saber se poderiam ser doad...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2017 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360