Acesso Rápido

Obstetrícia em Colapso

A especialidade que lida com a vida e o nascimento – vinculada fortemente à família e aos futuros pais – encontra-se numa situação grave, tanto para os médicos quanto para as gestantes.

As maternidades estão em crise. Não há vagas suficientes para o número de pacientes. As UTI’s neonatais estão superlotadas e frequentemente se vêem obrigadas a suspender o atendimento por falta de condições.

As maternidades, tanto do SUS quanto do setor privado, estão com falta de obstetras devido à baixa remuneração. Nos últimos 15 anos, o número de novos obstetras formados vem diminuindo continuamente e diversas residências médicas em Ginecologia e Obstetrícia foram fechadas. As que permanecem diminuíram o número de vagas, principalmente por falta de candidatos.

Assim, tenta-se controlar esse problema pagando uma complementação ao profissional garantindo uma remuneração mínima pelo plantão. Ou seja, como os convênios pagam muito mal, após 12 horas de trabalho no pronto atendimento de ginecologia e obstetrícia, fazendo partos, os médicos recebem um valor irrisório para que o profissional não desista de dar plantão. Isso onera ainda mais as maternidades, que em Minas Gerais recebem o menor valor pago por um atendimento obstétrico de todo o Brasil. Não é à toa que elas estão fechando as portas ou não investem em ampliação.

Leia também:
  • 6 Dicas de como combater o estresse

    O estresse pode tornar uma pessoa irritada, impaciente e impossibilitada de se concentrar em tarefas. Pode causar perda de sono e ansiedade. Para os que sofrem diariamente com situações de estresse, existem boas notícias: independente da falta de tem...

  • Dúvida do leitor: Tuberculose

    Em nosso artigo "Entendendo a Tuberculose" um de nossos leitores fez o seguinte questionamento, "A vacina dada para as crianças faz com que elas fiquem imunes ou ainda assim é possível pegar Tuberculose?" A Dra. Paula Távora da diretoria médica da ...

  • Disfunção erétil: um sinal de alerta?

    Dr. Rafael Silveira de Castilho Jacob, membro da equipe de urologia do HVS (Urovila) A prevalência da disfunção erétil (DE), assim como sua gravidade, aumenta com a idade, atingindo cerca de 40 a 50 % dos homens em torno de 70 anos (sendo que 10% po...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2018 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360