Acesso Rápido

Tuberculose: sintomas e tratamentos

O que é tuberculose?

A tuberculose é uma doença infecciosa, ou seja, transmitida por um microrganismo (ou micróbio), que pode ocorrer em vários locais do organismo, mas que em mais de 85% dos casos ocorre nos pulmões. Esse microrganismo é um tipo especial de bactéria, também conhecido como bacilo de Koch, em homenagem a Robertto Koch que identificou o Mycobacterium tuberculosis em 1882. tuberculose

A tuberculose mata?

Se não diagnosticada rapidamente e adequadamente tratada, sim, a tuberculose pode matar.

Quais são os principais sintomas da tuberculose?

Existem os sintomas gerais, que todos os pacientes com tuberculose tem em maior ou menor intensidade como febre (sobretudo a tardinha), perda do apetite, emagrecimento, cansaço crônico e desânimo. Existem ainda os sintomas específicos, que dependem do local em que a pessoa tem a tuberculose. Uma vez que o local mais comumente acometido pela tuberculose são os pulmões, o sintoma específico mais comum é a tosse seca ou com catarro.

A tuberculose pode acometer que outros órgãos?

Em 10 a 15% dos casos, a tuberculose acomete outro local do organismo que não o pulmão. É a chamada tuberculose extra-pulmonar. Os locais mais comumente atingidos depois dos pulmões são a pleura (que é uma membrana que reveste os pulmões) e os gânglios linfáticos (que quando inchados são conhecidos como “ínguas”). Podem ainda ocorrer tuberculose na meninge, nos ossos, nos rins, no intestino, enfim, em todos os órgãos.

Eu pensei que não houvesse mais tuberculose no Brasil. A tuberculose voltou?

No Brasil a tuberculose nunca foi embora. Nos países industrializados como Estados Unidos, Inglaterra, Dinamarca, Holanda, Alemanha, entre outros, ela tinha praticamente acabado. No entanto, lá pelo início dos anos de 1980 houve um aumento, para números alarmantes, do número total de casos dessa doença. Além disso, em algumas regiões do mundo, houve um preocupante aumento de casos de tuberculose que não se consegue curar com os medicamentos habituais e que é chamada de tuberculose multi resistente.

A tuberculose é mais comum em alguns grupos específicos de pessoas? Quais?

Sim, a tuberculose é mais comum em alguns grupos específicos de pessoas. São pessoas que, por algum motivo, estão com as suas defesas naturais um pouco diminuídas ou que convivem de forma muito próxima com quem tem tuberculose, seja em casa, no trabalho, em hospitais, em prisões ou em albergues.

E o que são defesas naturais?

As defesas naturais são constituídas por várias estruturas normais do organismo. Essas defesas podem ser anatômicas, celulares, bioquímicas e imunológicas. Para simplificar o entendimento, chamaremos de agora em diante as defesas naturais de anticorpos. Deve ficar claro que os anticorpos não são as únicas defesas naturais, mas, para facilitar, chamaremos tudo de anticorpos. Todas as pessoas têm essas defesas naturais, ou anticorpos, espalhadas pelo organismo.

Mas afinal, o que são essas defesas naturais ou, como vocês estão chamando agora, esses anticorpos?

Seriam os elementos do nosso organismo que combateriam os agentes que tentam nos causar doença. Um micróbio (uma bacteria ou um vírus, por exemplo) ao entrar no nosso corpo será combatido pelos nossos anticorpos. Eles sao como soldados do nosso organismo.

Então pega tuberculose quem está com menos anticorpos?

Mais ou menos. Quando o bacilo da tuberculose chega ao organismo de uma pessoa, os anticorpos dela travam um combate, uma espécie de luta, contra obacilo da tuberculose. Nos casos em que os anticorpos ganham a batalha, a pessoa não desenvolve a doença. Os anticorpos abatem o bacilo, que ficam”morto” ou “desmaiado” dentro do organismo. A pessoa fica então com o que e chamado de TB infecção. Entretanto, nos casos em que um grandenúmero de bacilos é inspirado ou os anticorpos estão um pouco menos ativos (como, por exemplo,em pessoas diabéticas  ou com câncer ou que foram submetidas a transplantes, em indivíduos infectados pelo vírus da AIDS, em pessoas que não estão se alimentando bem, ou são muito jovens ou muito idosas), o bacilo da tuberculose ganha a batalha e a pessoa desenvolve a tuberculose.

O que vocês consideram muito jovens ou muito idosos?

Crianças com menos de cinco anos e adultos com mais de 60 anos. Existem autores que sugerem que idade acima de 65 anos defina o idoso.
Isso quer dizer que nem todos que tem contato com uma pessoa com tuberculose vão ficar doentes com tuberculose? Exatamente.

Qual a possibilidade de uma pessoa que tem contato com o bacilo da tuberculose vir a desenvolver a doença?

A possibilidade de desenvolver tuberculose entre os infectados pelo bacilo que não tem nenhuma outra doença é de cerca de 10% ao longo de toda vida.

A tuberculose tem cura?

Sim.

Onde eu compro estes remédios e qual o preço?

Os remédios são totalmente grátis. Aqui também é importante salientar que não é recomendado comprar em farmácia nenhum dos medicamentos para tuberculose fornecidos pelo governo. Primeiro, porque a qualidade desses medicamentos não foi avaliada pelo Ministério da Saúde. Segundo, porque o médico que indicou esses remédios pode não estar prescrevendo os remédios conforme indicado pelo Ministério da Saúde do Brasil, que é a maneira certa de se administrar tais medicamentos para o bom tratamento da sua TB. Nesse caso, você está correndo o risco demelhorar da doença nos primeiros meses e a doença voltar mais forte e resistente ao tratamento em seguida. Portanto, caso isso ocorra com voce, procure auxilio em um posto de saúde ou busque aconselhamento com um médico de reconhecido experiência com tuberculose. | Comissão de Tuberculose – SBPT.

Fonte: Livro “TUBERCULOSE: dúvidas e direitos dos pacientes; autor: Marcus Barreto Conde; Editora Guanabara Koogan, editora integrante do GEN (Grupo Editor Nacional), in press (primeiro semestre de 2012).

via  Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Leia também:
  • Saiba mais sobre como o Hospital Vila da Serra tem trabalhado focado no Controle de Infecções

    ROPs relacionadas ao controle de infecção As ROPs (Práticas Organizacionais Requeridas) desta área de segurança do paciente visam reduzir o risco de infecções adquiridas dentro da organização e os seus impactos. Texto: Renata Macedo. Tradu...

  • Acróstico

    Para tornar mais segura a internação dos pacientes, o HVS desenvolveu o acróstico, cartaz que foi afixado em todos os leitos da Unidade de Internação. Através da palavra ?comunicação?, informamos ao paciente que nosso objetivo é a sua segurança e, po...

  • Prevenção de acidentes – Criança segura em todas as idades

    Quando o assunto é transporte de pequenas vidas, cuidado e prevenção devem andar juntos. No Brasil, os acidentes ou as lesões não-intencionais representam a principal causa de morte de crianças entre 01 a 14 anos. Segundo dados do Ministério da Saúde...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2017 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360