Acesso Rápido

Aneurisma de aorta abdominal

O aneurisma é uma dilatação segmentar e permanente de todas as camadas da parede de uma artéria, desde que essa dilatação seja pelo menos 50% maior do que o diâmetro normal da artéria.

O aneurisma de aorta mais encontrado é o abdominal. O perigo da doença relaciona-se ao fato dela ser a 10ª causa de morte em homens acima de 65 anos no Canadá e a 13ª nos Estados Unidos, onde mata cerca de 15 mil pessoas por ano.

No geral, a doença atinge principalmente homens, especialmente após os 50 anos. Como a incidência aumenta com a idade, ela alcança o pico máximo em torno dos 80 anos, acredita-se que o atual envelhecimento da população acarretará uma maior incidência da patologia no futuro.

Outro ponto a ser destacado refere-se ao diagnóstico. A maior parte dos pacientes (cerca de 75%) não apresenta sintomas e é diagnosticada através de exames realizados para outros fins. Ou seja, é provável que a prevalência da doença seja maior em decorrência do subdiagnóstico. Vários pacientes não são diagnosticados e, quando são, estão com diâmetros muito aumentados ou com complicações.

Nesse sentido, a importância do diagnóstico precoce relaciona-se principalmente ao tratamento. Só para se ter uma ideia, o risco de complicações de uma correção cirúrgica de aneurisma não roto é em torno de 5% a 10%, aumentando para 80% caso o paciente apresente um aneurisma de aorta com ruptura. A mortalidade global pode chegar a 80% e a mortalidade operatória dos pacientes com aneurismas rotos que conseguem ser tratados gira em torno de 50%. A ruptura do aneurisma de aorta abdominal é a terceira causa de morte súbita nos EUA e no Canadá, demonstrando o quanto é importante os esforços para diagnosticar o aneurisma antes da sua ruptura.

Deve-se destacar também que nem todos os aneurismas de aorta têm indicação cirúrgica. Mas, caso exista a doença, ela deve ser acompanhada de forma regular. Em linhas gerais, aneurismas fusiformes, ou seja, que acometem todas as paredes das artérias, são tratados cirurgicamente a partir de diâmetros acima de 5,0 a 5,5 cm. Abaixo disso, há interferências em pacientes com sintomas relacionados aos aneurismas, suas complicações ou ao seu crescimento acelerado. Nos aneurismas que acometem apenas uma das paredes, até mesmo os menores, a interferência é feita precocemente, devido ao maior risco de ruptura.

Técnicas de Endoprótese por Via Endovascular:

Até recentemente, todos os aneurismas de aorta tratados eram submetidos à cirurgia aberta ou convencional, com extensa incisão abdominal e com toda a morbidade relacionada às cirurgias de grande porte.

O avanço da cirurgia vascular tornou possível a incorporação de técnicas de implante de endoprótese por via endovascular que permitem, atualmente, a correção de cerca de 70% a 80% dos aneurismas de aorta abdominal. Geralmente, os pacientes são tratados através de incisões na região inguinal, sem o acesso abdominal, o que também reduz a morbidade pós operatória.

Embora a técnica desenvolvida por Parodi tenha seu primeiro caso realizado no mundo em 1989, sua maior utilização somente foi observada na última década.

Vale lembrar que para o sucesso do tratamento é necessário individualizar cada caso, ou seja, selecionar os pacientes e tratá-los ou de forma endovascular, ou através da cirurgia convencional.

Os consultórios de cardiologia do HVS funcionam no 1º andar. Mais informações e marcação de consultas através do telefone (31)3228-8373.

Dr. Antônio Quintella- Coordenador do Serviço de Cirurgia Vascular do HVS.

Leia também:
  • Dia do Controle de Infecção Hospitalar

    As infecções hospitalares, são aquelas que acometem os pacientes de hospitais ou outros tipos de unidades de saúde. No Hospital Vila da Serra existe um setor específico que tem como objetivo prevenir e combater a infecção hospitalar. Denominado de CC...

  • Hospital Vila da Serra recebe o Certificado de Acreditação Canadense

    No último dia 04 de outubro o HVS comemorou na Associação Médica de Minas Gerais a Certificação Internacional A diretoria do Hospital Vila da Serra recebeu amigos, nomes expressivos da medicina e do meio político de Minas Gerais, e corpo clínico e ...

  • Prevenção e avanços no tratamento da obesidade

    A obesidade é uma doença que pode trazer sérias consequências para mulheres, homens e crianças. Cada vez mais a mídia brasileira e mundial alerta à população. Entretanto, mesmo com toda essa divulgação, aumenta o número de pessoas obesas, segundo dad...

Compromisso e Qualidade

Certificação internacional

Vídeo Institucional

Veja nosso vídeo institucional

HVS no Facebook

Curta nossa página no facebook

Qualidade, confiabilidade e excelência tornam o Hospital Vila da Serra Acreditado Nível 3 ONA e Certificado Internacionalmente pelo Qmentum Internacional.

Selo Acreditado

Saiba mais sobre as certificações do
Hospital Vila da Serra.

Tratamento humanizado, aliado à dedicação e atenção aos seus pacientes fazem do Hospital Vila da Serra um centro de referência no atendimento à mulher, à criança e à toda a família.


Alameda Oscar Niemeyer, 499 - Bairro Vila da Serra
CEP 34006-056 - Nova Lima - MG - Tel.: (31) 3228-8100
2018 © Hospital Vila da Serra. Todos os direitos reservados.
Antônio Eugênio Motta Ferrari
Diretor Técnico
CRM MG12794
Desenvolvido por SPARTA INTERATIVA - Agência de Marketing 360